WordPress Theme

Notícias

09 de Junho de 2014

Turma do amendoim da Copa aumenta as vendas do petisco


Faltando menos de uma semana para o início da Copa do Mundo, a indústria de amendoim do Brasil está aguardando a enxurrada de turistas e a tradição nacional de combinar o tira-gosto com cerveja durante os jogos para aumentar as vendas. Embora a demanda por amendoim geralmente aumente durante a Copa do Mundo, a indústria espera vender ainda mais quando o Brasil for a sede do campeonato.

As vendas podem crescer até 30 por cento em relação ao período de junho-julho de 2013, disse André Guedes, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab). O crescimento durante a Copa do Mundo de 2010 foi de 24 por cento. “Temos pesquisas que mostram que 66 por cento dos brasileiros consomem amendoins em momentos de celebração, incluindo quando assistem a esportes”, disse Guedes em entrevista telefônica do Rio de Janeiro. “As empresas investiram para atender ao excesso de demanda”. Embora se espere que a demanda aumente, a produção de amendoim do Brasil deve cair 2 por cento em relação à safra da última estação, para 320 milhões de toneladas, de acordo com uma previsão de maio realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Os preços médios para uma saca de 50 quilos caíram 0,5 por cento em abril em relação ao ano anterior, de acordo com o Instituto de Economia Agrícola, no estado de São Paulo. São Paulo, o maior produtor de amendoim do Brasil, costuma exportar 80 por cento da safra, de acordo com a Conab. Com a demanda adicional, mais amendoins serão disponibilizados para o mercado doméstico, disse Guedes. “Os produtores nos garantiram que terão o suficiente para a indústria”.

O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, utilizou a expressão “turma do amendoim” para descrever um grupo de torcedores que frequentemente criticava suas decisões quando ele era técnico do Palmeiras. De acordo com Guedes, a nova “turma do amendoim” vai torcer pela seleção. “O sucesso dela é importante para a gente também, então estaremos juntos”. Fonte: Exame