WordPress Theme

Notícias

23 de Fevereiro de 2016

Minas Gerais abrigará a maior fábrica da AMBEV no mundo


 A Ambev inaugurou ontem em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, sua mais nova cervejaria, que é a quarta da empresa em Minas Gerais e poderá ser a maior do mundo. A unidade, que ocupa área de 1,3 milhão de metros quadrados, recebeu investimento de mais de R$ 770 milhões. Segundo fontes de mercado, a previsão de faturamento para 2020 é de R$ 3,4 bilhões. Mais de 9 mil pessoas trabalharam na construção da unidade, que hoje emprega diretamente cerca de 500 funcionários.

A inauguração, que contou com a presença da presidente da República, Dilma Rousseff, e do governador do Estado, Fernando Pimentel, aconteceu um ano depois da finalização da construção da fábrica. Desde o final de 2014, a unidade funcionava em regime de teste. A capacidade instalada da cervejaria hoje é de 600 milhões de litros por ano e a expectativa é de que esse número cresça progressivamente.

Um estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV) aponta que cada emprego direto em uma fábrica de bebidas induz à geração de outros 50 postos de trabalho na cadeia produtiva. “Devido à ampla capilaridade e à extensa cadeia de suprimentos que movimentamos, o setor cervejeiro está entre os que possuem maior efeito multiplicador na economia brasileira. Como aponta a FGV, só a nossa operação de Uberlândia pode gerar 24 mil novos empregos no País”, afirma o presidente da Ambev, Bernardo Paiva.

Já o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Paulo Romes, afirmou que a Ambev poderá representar a segunda arrecadação de impostos de Uberlândia. A empresa terá isenção de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e desconto de 75% no Imposto Sobre Serviços (ISS) por 5 anos.

De acordo com o diretor regional Industrial da Ambev, Luiz Fernando Mello, a fábrica de Uberlândia é estratégica para a marca, tendo em vista a sua capacidade produtiva e sua flexibilidade para atender não só o mercado de Minas Gerais, mas também de São Paulo, Distrito Federal e Mato Grosso. De acordo com ele, a cervejaria foi projetada para ser a maior do mundo da marca com capacidade de produção de cerca de 2 bilhões de litros de cerveja por ano.

A unidade de Uberlândia é a única cervejaria da Ambev no Brasil que produz a marca Budweiser em garrafa de vidro retornável de 1 litro. “Temos investido cada vez mais para incentivar o consumidor a usar as garrafas de vidro retornáveis. Essas embalagens, além de mais econômicas, têm um ciclo de vida maior, podem ir e voltar do mercado de oito a 12 vezes. Ou seja, demoram mais para se tornar resíduo, o que garante menor impacto no meio ambiente”, afirma o vice-presidente industrial da Ambev, Flávio Torres.

Além de Budweiser, a filial, que tem três linhas de produção, também fabrica as marcas Skol, Brahma, Antarctica e Antarctica Sub Zero em garrafas de vidro retornáveis e em lata.
Sobre a escolha de Uberlândia como sede da fábrica, o diretor afirmou que o município reúne três fatores extremamente importantes para a marca: localização estratégica para a logística, boa infraestrutura e mão de obra qualificada. Segundo o gerente fabril da cervejaria, Gabriel Aver, a cervejaria emprega 500 funcionários diretos, 168 terceiros, além de gerar mais de 2 mil empregos indiretos.

Durante a inauguração da cervejaria, o presidente da Ambev ressaltou que o investimento reforça a parceria da empresa com o governo de Minas Gerais e com o governo federal, mesmo em período de crise econômica. “O investimento feito nessa fábrica e os demais realizados pela empresa mostra que a gente acredita no Brasil”, disse.

O prefeito de Uberlândia, Gilmar Machado, seguiu o mesmo tom de Paiva e afirmou que o investimento em empreendimentos como esse é uma das chaves para a solução da crise. “Uberlândia vai continuar empreendendo e esse é apenas uma etapa de várias outras de expansão aqui”, disse.

O governador Fernando Pimentel lembrou que a escolha de Minas Gerais como sede da cervejaria gera orgulho para o Estado e mostra sua competência. Ele também deu um recado à presidente: “Nós somos o único Estado que leva uma profissão em seu nome: somos mineiros, portanto trabalhadores. Então, toda vez que a senhora [Dilma] se sentir muito incomodada com esse pessimismo da crise, venha a Minas Gerais porque aqui a gente a enfrenta com trabalho”, afirmou.

Em seu pronunciamento, a presidente destacou a importância da Ambev como uma grande empresa que representa o Brasil no mundo. Também disse que a escolha de Uberlândia como sede da nova fábrica reforça a importância do município, que já vem se consolidando como um polo econômico no Estado.

Dilma Rouseff ainda saudou a Ambev por seu investimento, que demonstra a confiança da empresa no País. “Uma empresa do porte da Ambev fazendo um investimento nessas proporções é sinal de que ela sabe que as dificuldades que o Brasil vem enfrentando são momentâneas. E é bom ressaltar que aqueles que se colocarem melhor nesse momento são também os que terão os melhores resultados”, disse.

Fonte: Jornal Diário do Comércio - MG