WordPress Theme

Notícias

23 de Janeiro de 2015

9 coisas que provam que cerveja não é só para beber


 Além dos bares

Seja em itens de beleza, seja na gastronomia, as vitaminas (principalmente do complexo B) e os antioxidantes presentes nos ingredientes da bebida continuam. Confira a seguir algumas invenções que foram inspiradas na cerveja.


Shampoo


É líquido, mas não é de beber. Esse shampoo composto de levedo de cerveja, que fortalece, e malte, que ajuda a nutrir a fibra capilar e condicionar, segundo o fabricante. A fórmula traz ainda raspas de laranja, para purificar o couro cabeludo. O Clean Brew, da marca Redken, é voltado para o público masculino e vendido em salões de beleza no Brasil pelo preço sugerido de 58 reais.


Outro exemplo criado a partir da “breja” é o E.S.B Shampoo, da Duffy’s Brew, fabricado com cerveja Extra Special Bitter da Elysian Brewing e vendido por 18 dólares. A Duffy’s Brew também fabrica condicionador de cabelos na mesma linha.


Sabonete


Também na linha de cuidados pessoais, a cerveja tem sido usada para fazer sabonete. As unidades da Confraria Beer Soap, por exemplo, são feitas apenas com ingredientes vegetais misturados a um dos tipos de bebida, na proporção de 30%: Weiss, Lager, Porter, Bock, Brown, Red ou Pale Ale.


Segundo o fabricante, os cereais usados (aveia, cevada e trigo), o lúpulo e os grãos maltados criam uma combinação que traz efeito calmante, antibacteriano, anti-inflamatório, antisséptico, antiviral e sedoso. Marcas famosas de cerveja estampam alguns desses rótulos, como Stella Artois, Paulaner e Heineken. Os preços variam de acordo com o tipo e giram em torno de 20 reais a unidade de 90 gramas.


Sorvete


Se um copo de cerveja não for suficiente para refrescar, misturar sorvete com a bebida pode ser uma solução criativa e, acredite, saborosa. O Craft Beer Ice Cream, por exemplo, combina gelato e cervejas artesanais e é vendido em diversos bares e cervejarias em São Paulo, como o Empório Alto de Pinheiros e a Cervejaria Nacional.


Brigadeiro


É possível unir duas paixões brasileiras em uma só. Brigadeiro com cerveja é uma das guloseimas criadas pela Rir Brigaderia, em São Paulo. A loja vende bisnaga de brigadeiro com cerveja Pilsen e Bock (duas por 16 reais), mini copos americanos com o produto (conjunto com três custa 26 reais), para comer com colher, e brigadeiros enrolados feitos com a bebida (1,5 real, cada).


Chocolate


A união de doce com cerveja não se restringe ao brigadeiro. Uma barra de chocolate da marca Vosges mistura Stout de chocolate da companhia Rogue, chocolate amargo 70%, sal defumado e caramelo de açúcar queimado. No site daVosges, uma unidade de 85 gramas custa 7,5 dólares.


Conserva de pepino


Muita gente gosta de tomar cerveja comendo um tira-gosto em conserva. Agora, é possível fazer ambos ao mesmo tempo. A marca americana Brooklyn Brine Co.lançou o Hop Pickle, uma conserva de pepino com cebolas caramelizadas, óleo de lúpulo cascade e cerveja Dogfish Head 60 Minute IPA. À venda nos Estados Unidos e Canadá, ele custa pouco menos de 9 dólares.


Hidratante labial


Cerveja para hidratar os lábios, sem beber uma gota sequer. É essa a proposta do Double IPA, brilho labial da Atlantic Farms, que usa uma grande quantidade de flores de lúpulo, além de óleo de oliva, de sementes de cânhamo e de coco, em sua fórmula. No site da companhia, o hidratante está à venda por 5 dólares.


Perfume


Criado pela marca PurplecatCreatives, o perfume Bohemian Lager traz o melhor do aroma da cerveja para o frasco. O produto é manufaturado e mistura, além da bebida, aromas de abóbora, patchouli, temperos e resina de carvalho. Uma unidade de 30 mililitros custa 40 dólares.


Fonte: Exame